pt | en

instances of commediation

2009
instalação 5 canais video HD/som
Rita Sá
Composição sonora: Joana Sá
Gravação e produção: Eduardo Raon

Instances of Commediation - 'Instantes de Comediação' é uma instalação multi- canal, que reflecte sobre as recentes e abruptas mudanças nas relações sociais que derivam da emergência de novos 'espaços comunicativos', através dos média sociais. A instalação é pensada de forma a recriar a multiplicidade de ambientes em que vivemos e comunicamos hoje em dia, tal como a nossa impermanência espacial.

Cinco ecrãs LCD são colocados de modo disperso por 3 paredes de um espaço exíguo e escuro, mostrando diferentes perspectivas dos mesmos eventos a decorrer. Estes eventos são fictícios, elaborados a partir de pinturas a aguarelas que posteriormente foram animadas. Este processo de 'remediação' (remediation; Bolter e Grusin 2000) ' e de ajustamento de um médium antigo a um novo, torna-se quase uma analogia, ou réplica, do ajustamento dos nossos comportamentos tradicionais (sociais) a novos espaços e modos de interacção social.

Instances of Commediation - 'Instantes de Comediação' exibido em:
Visual Arts Gallery, Nova Iorque (de 26 de Maio a 6 de Junho de 2009)
SIGGRAPH Asia 2009, Yokohama (de 16 a 19 de Dezembro 2009)
255 Canal, Nova Iorque (de 27 de Outubro a 6 de Novembro 2010).

videos
fotos
1/4

O video ¼ (2008) de Rita Sá explora o conceito de travestimento especial que se opera numa casa no momento de mudança de proprietário. À mutação constante dos proprietários ou habitantes da casa correspondem inevitáveis mutações relativas ? identidade do espaço. A artista realizou uma investigação ? sala que alberga o seu trabalho, registando irregularidades das superficies, as infiltrações, as manchas no soalho, dissecando o que denunciariam estas evidências.

O quarto, no trabalho da artista, transforma-se num palco e criam-se e alteram-se os cenários onde se desenrolam os desempenhos quotidianos daquilo a que Ervin Goffman denomina de papéis sociais, por meio da construção teórica da metáfora dramatúrgica. Palco do quotidiano, pintam-se as paredes – outro gesto de sedimentação – mudam-se as mobílias, altera-se a iluminação, cola-se um novo papel de parede. E, de uma exposição para a outra, tenta-se sumir as marcas físicas das que lhe precederam, criar novas identidades expositivas, e, sobretudo, inaugurar novos espaços de pensamento.
'Luísa Especial'

Trabalho exibido na 'Plataforma Revólver', Lisboa (25 de Setembro a 8 de Novembro de 2008.

videos
fotos